Dia do goleiro – Agência CH

Dia do goleiro

Fonte “O Livro das datas do futebol” de Rodolfo M. Rodrigues

1903 – Fundado o Club Atlético de Madrid, da Espanha.

1931 – O Vasco vence o Flamengo por 7 x 0, pelo Campeonato Carioca, e registra a maior goleada sobre o rival em todos os tempos.

1970 – O Rei Pelé fica no banco de reservas da Seleção Brasileira pela primeira e única vez. Na partida contra a Bulgária, no Morumbi, o técnico Zagallo deu a camisa 13 para Pelé, que entrou só no segundo tempo. O jogo terminou 0 x 0.

1981 – Pela semifinal do Campeonato Brasileiro, o Grêmio perde por 1 x 0 para a Ponte Preta no Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS). Na ocasião, é registrado o maior público da história do estádio: 85 721 pessoas.

1983 – É criado o Dia do Goleiro. A data escolhida serviu para homenagear o ex-goleiro Manga (Hailton Correia de Arruda), que jogou no Botafogo, Nacional do Uruguai, Internacional, Coritiba e Grêmio nos anos 60 e 70.

1998 – Pela semifinal do Campeonato Paulista, o Corinthians elimina a Portuguesa após o empate de 2 x 2. Em desvantagem no placar por duas vezes, o Corinthians empatou o jogo com dois gols de pênaltis duvidosos, assinalados pelo árbitro argentino Javier Castrilli. O último deles, quase no fim da partida. A Portuguesa saiu na frente, e o Corinthians empatou ainda na primeira etapa. Depois, no segundo tempo, a Lusa passou na frente mais uma vez, até que sofreu o empate no final.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat WhatsApp CH