Artistas visitam Seculte

Artistas visitam Seculte e planejam parcerias para tornar a cidade referência nas artes visuais

Ascom 

Ao lado de assessores, secretário Sérgio Fernandes recebe os artistas Ruy Carvalho e Iehoshuá Iahueh (Foto: Carlos Humberto)
Ao lado de assessores, secretário Sérgio Fernandes recebe os artistas Ruy Carvalho e Iehoshuá Iahueh (Foto: Carlos Humberto)

O Secretário Sérgio Fernandes, da pasta de Cultura, Turismo e Esporte da Prefeitura de Juazeiro, recebeu nesta sexta-feira, 6, os artistas juazeirenses Iehoshuá Iahueh e Ruy Carvalho.

Na ocasião, ao lado de sua equipe, o secretário e os citados artistas trataram de projetos para o município, através de parcerias para a serem desenvolvidas ao longo dos próximos anos.

O primeiro produto desse encontro já está viabilizado. Trata-se do troféu do Festival de Teatro Wellington Monteclaro, criação de Iehoshuá. Para ele, que diz ser apenas um pintor, a escultura criada para o Festival revela a fase fértil pela qual está passando e que o encoraja a transitar por outras vertentes das artes.

“Fazer um desenho que se desenvolve para uma escultura, parecia ser algo inalcançável. Mas eu estou numa fase de experimentação e o troféu é fruto dessa inquietude do artista” – afirma.

De acordo com o seu relato, a inspiração para chegar ao produto final veio de estudos e análises tendo como modelo o perfil do artista Wellington Monteclaro. “A forma de uma borboleta era uma coisa que identificava Wellington e, por isso, procurei manter essa referência sem esquecer que essa relação tinha de ficar reproduzida de alguma forma no troféu. Esse foi o grande desafio”, conclui.

Morando em Salvador há 37 anos, o multifacetado artista Ruy Carvalho, autor de várias obras que embelezam espaços culturais na capital baiana, capas de livros e discos, entre outros, afirma que, “se pudesse classificar a sua performance, se diria um artista visual”.

Polivalente, sua produção abrange a pintura, ilustração, charge, desenho e mosaico. Nesse âmbito, na conversa que manteve com o secretário Sérgio Fernandes, Ruy se coloca à disposição para desenvolver projetos para a cidade, em parceria com o poder público: “Quero deixar minha marca na cidade, não importa se uma escultura, um mosaico, um painel. Eu tenho muitos projetos para Juazeiro, mas preciso de parcerias, seja com o município, estado ou iniciativa privada”.

Ao final do encontro, Ruy reiterou seus planos de registrar sua obra na cidade que nasceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *