Contra tudo e contra todos

Juazeirense se isola para evitar pressão em momento crucial para a sua história

Por Carlos Humberto
Alex diante do goleiro Fred na primeira partida em 05-08-2017 (Carlos Humberto / Agência CH)
Alex, da Juazeirense, perde o gol diante do goleiro Fred, do América-RN, na primeira partida (Carlos Humberto / Agência CH)

A Juazeirense encerrou neste sábado pela manhã a preparação para o jogo decisivo deste domingo 13, com a realização de uma atividade recreativa no CT do ABC de Natal. O técnico Carlos Rabelo ordenou repouso completo e pediu a direção uma total blindagem para proteger os jogadores e não tirar o foco da partida.

A partida contra o América, às 16h00, na Arena das Dunas, vale vaga para a Série C do Campeonato Brasileiro de 2018.

Tratado como azarão, por ser a equipe de menor tradição entre os concorrentes, o time baiano chega ao momento decisivo por méritos próprios, contrariando os palpiteiros de plantão. Uma verdadeira máquina de fazer gols – perde apenas para o Atlético Acreano, 26 contra 20 – o Juazeirense só fica fora da Série C do próximo ano se for goleado por quatro ou mais gols a zero. Caso perca pelo mesmo placar da partida de ida, a decisão vai para as penalidades. E a cada gol marcado pelo Cancão neste domingo, o adversário precisará do dobro para reverter a diferença.

Torcedores do ABC apoiam jogadores da Juazeirense (Foto: Juazeirense)
Torcedores do ABC apoiam jogadores da Juazeirense (Foto: Juazeirense)

A pequena torcida que viajou a capital potiguar terá um reforço de peso: a torcida do ABC, que promete apoio total aos jogadores da Juazeirense. O presidente da Federação Baiana de Futebol, Ednaldo Rodrigues, confirmou presença ao lado de outros dirigentes da entidade baiana, garantindo o apoio institucional ao seu filiado.

Sem medir esforços

Buscando desestabilizar o adversário, dirigentes, jogadores e torcedores do América usam de todos os métodos, nem sempre aceitáveis num evento esportivo. A diretoria acena com o pagamento de um bicho milionário, enquanto nos bastidores tentam pressionar o trio de árbitros paulista escalado para a decisão.

Preocupado em recuperar o moral do elenco, o técnico Leandro Campos, ao analisar os números, reconhece que “Facilidade nós não vamos encontrar em hipótese alguma”, e deposita na torcida americana toda confiança para reverter o quadro, a quem pede: “Acreditem”.

O comandante vermelho relacionou 22 jogadores. As novidades ficaram por conta das presenças do zagueiro Tiago Sala, do lateral Robert e do meia João Gabriel. Por outro lado, o lateral direito Guilherme e o volante Jonathas estão fora da partida em razão do terceiro cartão amarelo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *