Presidente revela expectativa de Juazeiro para a semifinal

Ascom/Juazeirense

Presidente Roberto Carlos e treinador Zaluar (Foto: Look Assessoria)

De volta à semifinal do campeonato Baiano após dois anos, a Juazeirense chega com muita motivação para buscar uma final inédita da competição. A vaga na decisão passa por eliminar o Bahia, que, por ter feito melhor campanha, joga por dois resultados iguais. Vantagem esta que o Cancão quer começar a reverter já no jogo de ida, no próximo sábado (17), às 18h30, no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro – a volta, na Fonte Nova, acontece no dia 25.

E para começar o mata-mata com uma vitória, a Juazeirense vai contar com a força maciça da arquibancada. “A cidade de Juazeiro vive o seu melhor momento no futebol com a Juazeirense e o apoio está sendo maravilhoso. Mais uma vez teremos casa cheia para este jogo tão decisivo. Temos time para vencer o Bahia. Mostramos isso ao longo do campeonato e também no confronto direto, quando deixamos escapar a vitória no final. Estamos 100% mobilizados para buscar essa vaga na final”, comenta o presidente do Cancão, o Deputado Estadual (PDT), Roberto Carlos.

Os ingressos para a partida começam a ser vendidos de forma antecipada nesta quarta-feira (14) nas bilheterias do próprio Adauto, com a arquibancada no valor de R$ 25. No dia do jogo, no entanto, o valor sobre para R$ 50. Como tem feito ao longo da competição, o clube mantém a promoção para as mulheres: as primeiras 300 que comprarem ingresso a partir desta quarta pagam R$ 15 – no sábado, este ingresso promocional passa para R$30. “Queremos cada vez mais impulsionar a presença feminina no Adauto Moraes. Certamente as mulheres vão mais uma vez esgotar este ingresso promocional para empurrar o Cancão rumo a vitória”, projeta o presidente Roberto Carlos.

Para a decisão, o técnico Zaluar tem todo o elenco a disposição. De fora da última partida da primeira fase, todos por suspensão, Tigre, Deca e Salatiel voltam a equipe. Assim, o Cancão terá a base do time que carimbou vaga à semifinal com seis vitórias, um empate e apenas duas derrotas em nove jogos. “Agora é encarar essa semifinal. A Juazeirense tem um jeito de jogar, já mostrou isso ao longo do campeonato. É uma decisão de 180 minutos. Nós temos que, acima de tudo, não cometermos os erros que cometemos quando enfrentamos o Bahia na primeira fase”, destaca Zaluar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat WhatsApp CH