Quem não faz… toma

Falôôô… A opinião de Jota Jota

Jota Jota

Os mais ferrenhos comentaristas esportivos utilizam a frase da manchete para relatar inúmeras chances perdidas por uma equipe em um só jogo, e não fora diferente a situação da Juazeirense em sua partida de estreia na tão esperada série C. Também os treinadores sempre argumentam “A BOLA PUNE”, e foi assim que o Cancão de Fogo perdeu em casa para o Confiança de Sergipe.

Ouvindo pela Rádio Juazeiro em Salvador, narração de Tony Martins e reportagens de Charles Gray, nunca ouvi tantos gols perdidos, e nas duas chances do adversário, uma bola foi na trave e a outra o gol do triunfo. Na opinião dos cronistas, o time não teve uma atuação convincente, mesmo assim desperdiçou oportunidades.

Será mesmo que o elenco que aí está vai cair para a série D, foi assim a impressão deixada pelos cronistas, um time que não consegue se superar em campo, mostrando as três derrotas seguidas, e de forma bisonha, a três jogos o Cancão não sabe o caminho das redes, desaprenderam?

Mas não quero ser tão pessimista, vou deixar a empolgação de lado e esperar que Zaluar desvende o mistério que instalou no time. Se tem ainda cinco jogos nesta primeira fase, e a recuperação pode vir no decorrer da competição, a esperança existe. Mas só vai acontecer, se as próximas oportunidades criadas, forem convertidas em gols, outra decepção foi a presença de público, pouco mais de 400 torcedores em campo, vai ser sem sombra de dúvidas, umas das menores presenças da série C, o torcedor precisa apoiar, e o time corresponder.

#ESEGUEOJOGO.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat WhatsApp CH